De acordo com os resultados da 3ª Pesquisa Nacional do Varejo Online, realizada pelo Sebrae em em parceria com o E-commerce Brasil, projeto que visa o fomento do comércio eletrônico nacional, a taxa de conversão no e-commerce brasileiro é considerada baixa se comparada aos números obtidos no mercado norte-americano.  

Também conhecida pela sigla CRO (Conversion Rate Optimization), a taxa de conversão média aqui gira em torno de 1,5%, enquanto na terra do Tio Sam ela sobe para 2,7%. Embora não pareça nada, essa pequena diferença representa muito, acredite. 

Para chegar nesse percentual, o CRO é calculado sobre a relação entre a quantidade de visitantes e o número de compras efetuadas. Certamente, a taxa de conversão no e-commerce é uma das principais métricas para a análise de desempenho do negócio.   

No que se refere à conta em si, não há segredo algum: imagine que a sua loja virtual recebeu 40.000 acessos únicos no período de um mês, e concretizou 700 vendas. Nesse caso, seu CRO seria de 1,75% (700/40.000 = 0,175). 

Diante disso, está bastante claro que quanto maior ele for, mais satisfatórios serão os resultados. Contudo, a dúvida de muitos é acerca dos aspectos que se fazem necessários para otimizá-lo.

E foi exatamente por essa razão que preparamos este artigo. Aqui, vamos apresentar 3 estratégias para aumentar a taxa de conversão no e-commerce. Portanto, se você quer vender online e ampliar o seu faturamento, não perca essa leitura em hipótese alguma. Confira abaixo! 

1. Priorize a experiência do usuário 

A experiência do usuário deve ser tida como prioridade, não se esqueça disso. Aqui, estamos nos referindo, sobretudo, à importância do UX desing (User Experience Design) para o sucesso do negócio. 

Informações incompletas, ausência de filtros de busca, categorização de produtos desordenada, problemas para acessar o atendimento ao cliente e “burocratização” para efetuar as compras, enfim, tudo isso será prejudicial para a sua taxa de conversão. 

Nesse sentido, a ideia é simples: certifique-se de que a navegação e a usabilidade do seu site estejam em perfeito estado, eliminando todos os possíveis defeitos que possam prejudicar a experiência do cliente.  

Ofereça descrições completas e capriche nas imagens, disponibilizando fotos de qualidade e que realcem as características dos produtos. Em relação ao layout, dê uma atenção especial às cores e ao encaixe das peças, buscando a sua total funcionalidade e procurando ser agradável aos olhos do público. 

E não menos relevante, garanta que essa experiência seja a mesma nos dispositivos móveis, como tablets e smartphones. O seu site deve ser 100% responsivo! Isso é fundamental para a atração dos consumidores.

Aumentar a taxa de conversão no e-commerce sem esses devidos cuidados será uma tarefa um tanto quanto árdua. Pense bem: você compraria de alguém que nem ao menos proporciona um ambiente limpo e profissional? Pode até ser que sim, mas saiba que a maioria das pessoas diriam não. 

2. Promova campanhas de e-mail marketing 

Visto por muitos como a melhor maneira de fazer com que uma ação chegue até os clientes ou futuros compradores, o e-mail marketing quando utilizado corretamente pode se tornar um poderoso instrumento de venda.

Atente-se ao “quando utilizado corretamente”, que acabamos de falar. Mas o que isso quer dizer? A resposta: que a primeira observação quanto ao seu uso deve ser direcionada às boas práticas de mercado. 

Por ser uma ferramenta de relacionamento, é preciso compreender, antes de mais nada, que encher a caixa de entrada dos destinatários ou enviar e-mails para quem não autorizou o recebimento será prejudicial para a sua imagem. 

Aqui vai a dica: trabalhe somente com os leads gerados e com os contatos de cadastro da sua loja. Varie as campanhas pensando não apenas em vender, mas também em informar e construir uma boa reputação para a sua marca.   

Já no que diz respeito às abordagens, use e abuse da sua criatividade. No entanto, para lhe ajudar, veja a seguir alguns dos tipos de e-mail marketing para e-commerce. Você poderá criar campanhas para:

  • reverter os abandonos de carrinho;
  • oferecer descontos exclusivos para os aniversariantes da semana ou do mês;
  • divulgar novos produtos;
  • orientar os consumidores sobre as ofertas e condições que envolvam as datas comemorativas (Dia das Mães, Dia dos Pais, Black Friday, Natal etc.);
  • oferecer incentivos, como bônus especiais para a segunda ou terceira compra;
  • recuperar clientes inativos. 

Como você pode perceber, as opções são inúmeras. Adotá-las certamente contribuirá para a melhora da taxa de conversão no e-commerce. Porém, lembre-se de segmentar as suas campanhas utilizando as ferramentas de automação para e-mail marketing, ok? 

3. Invista no Google AdWords 

Ao falarmos do CRO das lojas virtuais, não podemos esquecer dos estágios que o precedem, em especial a atração dos clientes e o seu redirecionamento até o site. Há de se concordar que para vender é necessário primeiramente atrair os compradores. 

E é justamente por esse motivo que você deve investir no Google AdWords, a principal plataforma (e de maior alcance) de publicidade da internet. Portanto, a utilize para divulgar seu negócio e seus produtos. 

Quantas vezes você já ouviu o ditado “quem não é visto não é lembrado”? Pois então, anunciar o seu e-commerce no Google o tornará mais visível, gerando, dessa forma, um aumento de tráfego no seu site. A tendência com isso é a impulsão das conversões.

E antes de concluirmos, não poderíamos deixar de citar a interferência do frete. Quando for possível disponibilizá-lo gratuitamente, faça isso. Uma boa dica é criar uma condição do tipo “compre acima de R$ 300,00 e ganhe o frete grátis”.

Infelizmente, boa parte dos clientes não consegue aceitar a ideia de ter que pagar pelo custo da entrega. Por isso, eliminá-lo também é uma estratégia eficiente para aumentar o CRO.  

Para concluir, vale repetir que entre todas as métricas existentes, a taxa de conversão no e-commerce é uma das que merece maior atenção e precisa ser avaliada constantemente.  

Se você gostou deste artigo e deseja ficar por dentro dos melhores conteúdos relacionados ao mundo do comércio eletrônico, curta a nossa página no Facebook e interaja com a gente! 

Artigos que você pode se interessar